Endgame – Português

No dia 07 e 28 de fevereiro de 2015 eu e Angela DeLong Andersson rodamos o jogo Endgame escrito por Hans Olai Martinsen e Anne Marie Stamnestrø. Eu também rodeio esse jogo no Brasil em 5 de junho de 2014. Endgame é um murder mystery que se passa na década de 20 durante a lei seca. O jogo é para 10 jogadores mais um ou dois facilitadores e dura 4 horas. O larp possui um tom lovecraftiano associado aos assassinatos. Mr. Arthur Harringdon é um engenheiro que trabalha para o departamento de defesa e frequentemente oferece festas ilegais com bebidas e jogos de apostas. Os personagens disponíveis no jogo são:

  • Arthur Harringdon – Host da festa
  • Anna Harringdon – Esposa de Arthur
  • Sophia Wilcott – Um órfão recente de uma família da lata sociedade.
  • Marcus/Maria Smyth-Montague – Um membro de uma família tradicional.
  • Bella/Benny Bloom – Escritor famoso.
  • Conrad Cox – Dono de uma fábrica de carros.
  • Andrew/Alice Grey – Assistente pessoal de Mr. Arthur.
  • Charlotte Fairfax – Uma herdeira e investidora.
  • Dr. Jean Edwards – Um médico de boa reputação.
  • Theodore/Theodora Cox – Sobrinho(a) de Mr. Cox.
  • Jamie e Pat – Personagens dos facilitadores.

Todos os personagens possuem relações com um ou mais personagens recheadas de segredos que são desvendados ao longo do jogo, o que faz o jogo continuar sempre ativo.

ATENÇÃO SPOLIERS À FRENTE.

Primeiro de tudo nós (Angela e eu) fizemos algumas alterações no jogo baseado na minha experiência no Brasil. Irei explicar como o jogo é originalmente e quais alterações realizamos.

Como disse anteriormente o larp é um murder mystery, logo existe um personagem tentando matar todos os demais personagens. Andrew/Alice Grey é o assassino principal, sim existe mais de um, e o segundo é o Dr. Edwards. Eles não estão agindo em conjunto, as razões são completamente diferentes. Como médico pessoal de Cox, ele sabe que o mesmo possui um tumor cerebral e irá morrer após um logo período de sofrimento. O pai de Edwards faleceu por uma razão similar, o que o levou a ser médico. Como amigo pessoal e médico de Cox, ele não deseja vê-lo sofrer da mesma maneira que seu pai. O médico mandou uma carta para os serventes (Jamie/Pat) pedindo para que ele(s) apagassem a luz durante a festa por alguns instantes, pois ele queria fazer uma brincadeira com os convidados. Junto a carta ele mandou uma quantia de dinheiro. Nós assumimos que recebemos a carta, mas nenhum autor fora mencionado e decidimos por não prestar atenção. Durante o blackout Edwards irá usar uma zarabatana para atirar um dardo envenenado e então se livrar da arma do crime. O jogador que representa Mr. Cox sabe que irá morrer, logo durante o blackout ele intencionalmente morre e planta o dardo envenenado próximo ao seu corpo, porém não sabe quem o matou. O mesmo jogador de Cox volta ao jogo como Detetive Stirling para investigar o assassinato de Cox. O jogador fica fora do jogo por cerca de 15 minutos enquanto troca de roupa.

A razão pela qual Grey deseja matar todos está relacionado com o tema lovecraftiano do jogo. Todos os personagens incluindo o detetive Stirling exceto Grey fizeram parte de um ritual alguns anos atrás. O irmão mais velho de Gray morreu durante o ritual e desde então ele está planejando uma vingança. Ele(a) conseguiu o emprego de assistente pessoal de Mr. Arthur e então responsável pelas festas incluindo os convites. Apesar que todos estavam vestindo máscaras durante o ritual, Grey foi esperto e seguiu o líder, Mr. Cox, que visitou a casa de cada um deles. A oportunidade finalmente chegou, a grande maioria dos participantes estão presentes com exceção do detive, mas felizmente ele aparece para investigar o assassinato do Mr. Cox.

No jogo original Grey sabe sobre o blackout, e ele(a) é instruído a colocar um poema chamado 10 Little Indians que é de um dos livros de Agatha Christie para assustar os personagens. Nós decidimos não informar Grey sobre o blackout, logo ele(a) tem a preocupação que existe um outro assassino na sala. Grey deseja matar os personagens de forma lenta e dolorosa para vê-los sofrer, logo veneno é a arma do crime. O manual apenas especifica que Grey deve envenenar Mr. Cox na primeira hora de jogo e informar o facilitador a respeito, mas não especifica como deve ser feito e também não informa se ele deve ou não envenenar os demais personagens. Decidimos que o veneno seria corante alimentício, e Grey efetivamente deveria pingar algumas gotas nas bebidas das pessoas para envenená-las. Grey também não pode envenenar grande porções de comida ou bebidas, precisa ser individual. Falando sobre mortes, nós decidimos fazer as pessoas sentirem-se doentes conforme fossem envenenadas e os sintomas progredirem ao longo do tempo. Introduzimos sintomas aos poucos e não elimina-mos personagens assim que foram envenenados pois queríamos que os jogadores pudessem participar o máximo possível. O primeiro personagem envenenado morreu faltando 30 minutos para o jogo acabar, logo então a cada 5 minutos um outro personagem envenenado veem a falecer. O personagens mortos tem que esperar fora da área do jogo até que o mesmo termine. Os sintomas e suas progressões eram:

  • Dor de cabeça
  • Dor de barriga
  • Suor
  • Tontura / tremedeira nas pernas
  • A visão fica negra por alguns instantes e volta ao normal
  • Convulsão e morte

Ao longo do jogo os personagem perceberam que as bebidas e comidas provavelmente estavam envenenadas, logo eles pararam de beber e comer, o que tornou a vida de Grey bem difícil. Decidimos introduzir outro elemento que não estava presente no jogo original, uma arma. Nos últimos 30 minutos de jogo nós entregamos uma arma (obviamente de brinquedo) para Grey, assim ele(a) poderia terminar o serviço.

No primeiro jogo, após a maioria das pessoas estarem mortas devido ao veneno Grey usou a arma para matar todos os demais jogadores com excessão de Jamie e o Detetive, que deixaram o recinto antes da policia aparecer. No segundo jogo por sua vez, Grey sacou a arma e começou uma conversar explicando a razão de seus atos. Ele(a) também matou cada personagem um a um; foi muito divertido assistir a cena.

O jogo é realmente divertido e simples de ser executado. Gostaria de parabenizar os jogadores pelo esforço que aplicaram em relação aos figurinos, o que tornou o jogo muito bacana! Também gostaria de agradecer Angela por facilitar o jogo junto comigo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: